Quem somos?

A palavra BEĨ – “um pouco mais”, em tupi – define com precisão o espírito de quem busca superar limites em cada projeto que executa.

A BEĨ Editora, fundada em 1990, conta, em seu catálogo, com livros de arte, arquitetura, design, fotografia e gastronomia, além de exposições e ações culturais.

Paralelamente à atividade editorial, a BEĨ organiza as plataformas Arq.Futuro, que tem como objetivo contribuir com a melhoria da qualidade de vida das cidades do Brasil por meio da articulação de diversos especialistas em arquitetura e urbanismo, e Por Quê? – Economês em bom português, que procura explicar conceitos básicos de economia e educação financeira para o público não especializado.

Recentemente o grupo desenvolveu, a partir da BEĨ Educação, projetos educacionais voltados ao Ensino Básico das escolas:

“Aprendendo a lidar com Dinheiro” – Educação Financeira

“Aprendendo a viver na cidade” – Educação e Cidade

“Bancos Indígenas" – Arte e Cultura Indígena

Depoimentos

Nossos Conteúdos

Aprendendo a viver na cidade

Os jovens brasileiros estão sendo formados para assumir o protagonismo e intervir na cidade em que vivem?

É neste contexto que o projeto "APRENDENDO A VIVER NA CIDADE” atua.

O projeto tem um conteúdo com abordagem e linguagem inovadoras ao discutir com os jovens a participação em um mundo cada vez mais urbanizado.

Formação Sócio Emocional, Cooperação e Comunidade

É fundamental que a temática sobre a cidade, que contempla todo tipo de vivência urbana, seja apreendida desde cedo nas escolas.

Assim, é importante, que os jovens estejam não só integrados a seus espaços, mas também mobilizados na busca por soluções

As atividades levam o jovem a assumir responsabilidades e dá ferramentas para que ele crie, coletivamente alternativas ao ambiente em que vive

O material está alinhado às 10 competências gerais descritas pela BNCC

AULA DIGITAL DISPONÍVEL!

Aprendendo a lidar com dinheiro

A Educação Financeira desenvolve a capacidade do jovem de planejar sua vida e a da sua família, bem como a de tomar decisões financeiras mais conscientes e racionais.

O material possibilita ao educador trabalhar com o estudante, na aula de Matemática, conceitos como dinheiro e trabalho, envolvendo questões sociais e mudanças comportamentais, além de estimular o protagonismo dos jovens.

A nova BNCC incluiu a Educação Financeira como um dos temas obrigatórios de aprendizagem.

A proposta pedagógica deste projeto consiste em potencializar o processo ensino-aprendizagem para contribuir com a construção do conhecimento científico matemático, a cidadania e a conscientização financeira pessoal e familiar.

AULA DIGITAL DISPONÍVEL!

Arte Indígena

Mais informações em breve!

Entre em contato!